A idéia deste blog é ganhar rapidez na divulgação de notícias que apuro para o jornal que dirigo, o JORNAL NOSSA TERRA. Espero sempre ter tempo de atualizá-lo e contar com a sua visita. Boa leitura!

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Simulação marca comemoração da Semana Nacional do Trânsito em Vassouras

A ação teve como objetivo conscientizar cidadãos sobre as graves consequências causadas por acidentes de trânsito


A Semana Nacional do Trânsito é uma das datas mais importantes do calendário nacional no que se refere ao tema e tem a finalidade de veicular informações e atividades sobre o comportamento seguro no trânsito, estimulando a prevenção de acidentes e a conscientização. Ela é comemorada anualmente, e está prevista na Lei 9.503, do Código de Trânsito Brasileiro. 

Em Vassouras a data não passou despercebida, a Superintendência de Ordem Pública-SOP-, através do Departamento de Trânsito, Guarda Civil Municipal e Defesa Civil, participou comemorou a Semana Nacional do Trânsito participando de um simulado em conjunto com concessionária K INFRA. 

A ação teve como objetivo conscientizar os cidadãos sobre
as graves consequências causadas por acidentes de trânsito, além de reforçar a parceria e cooperação entre os diversos órgãos que trabalham juntos pela segurança e bem estar da comunidade. 

Para o Superintendente de Ordem Pública, Ronivaldo Andrade Santana, a ação positiva e atendeu a expectativa da SOP, uma vez que envolveu comunidade, entidades de segurança, condutores e pedestres. 

“A semana Nacional do Trânsito é sempre marcada por várias atividades educativas, principalmente com relação à mistura álcool e direção, que deve ser evitada a qualquer custo, seja pela ação educativa ou punitiva. O objetivo é sempre envolver a comunidade nas ações planejadas e estimular condutores, passageiros e pedestres a optarem por um trânsito mais seguro”, disse Roni que emendou destacando a participação de profissionais da concessionária. “ Gostaria de ressaltar que esse simulado foi possível com a parceria da concessionária K-INFRA, através do Supervisor de Tráfego - Rafael Ribeiro Leite e Luciano Ricardo de O. Mendes - Diretor Geral Executivo e de Operações-Técnico”, disse 

Para que o evento alcançasse o êxito proposto, foram disponibilizadas viaturas de Socorro, da Polícia Rodoviária Federal, da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, do SAMU, da Guarda Civil Municipal, do Demutran e mais a estrutura operacional da concessionária K-INFRA. 

Participaram do ato o Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, SAMU, Guarda Civil Municipal de Vassouras, Departamento de Trânsito de Vassouras, Assistência Social, Hospital Universitário de Vassouras, Universidade de Vassouras. Secretaria de Saúde, entre outros entidades locais.


No aniversário de 162 anos, Vassouras quer se tornar patrimônio da Unesco

Nesse domingo, dia 29, Vassouras completará 162 anos. Para celebrar a data, entre outras atividades, a prefeitura apresentará oficialmente para a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Kátia Bogéa, um pedido para a realização de um estudo e a construção de um dossiê para apresentar a candidatura de Vassouras e do Vale do Café como patrimônio mundial da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). O evento vai ser no Centro Cultural Cazuza, às 11h. 

“Acreditamos no potencial da nossa cidade e região e na relevância da nossa história para o Brasil e o mundo. Por isso vamos pleitear o título. Precisamos acreditar e plantar a sementinha”, defende Wanderson Farias, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Marcelo Cabeleireiro formaliza pedido para reabertura do restaurante popular em Barra Mansa

Fechado desde 2016, devido a crise financeira que vem assolando o Estado do Rio, o Restaurante Popular de Barra Mansa é um dos grandes anseios da população que usufruía do serviço. Na época, eram servidos em média 500 cafés da manhã e aproximadamente 1,5 mil refeições. Atendendo a demanda dos moradores e um pedido especial do prefeito Rodrigo Drable, o deputado estadual Marcelo Cabeleireiro esteve, nesta quinta-feira (26), com a Secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH), Cristina Quaresma, para dar encaminhamento à solicitação. 

A pedido do parlamentar, a secretária disse que, em breve, estará em Barra Mansa para iniciar um estudo de viabilidade para reabertura do Restaurante Popular e pediu apoio para conversar com o prefeito em busca de uma parceria, mas, segundo Marcelo, já houve um acordo entre o Município e Governo do Estado, o que torna real a possibilidade de reabertura do estabelecimento. 

De acordo com Cristina Quaresma, a cidade está na lista de prioridades. “O governador me passou que a prioridade de reabertura dos restaurantes, em primeira etapa, são o da Central do Brasil, no Centro do Rio, e os de Barra Mansa, por conta do seu pedido, além de Caxias e Campos dos Goytacazes. É claro que mediante as possibilidades, outras cidades também poderão ser contempladas”, declarou. 

Aproveitando a oportunidade, a secretária falou sobre o programa Resolve Aqui, que visa a promoção de cursos de capacitação para os jovens nas comunidades, além da emissão de carteiras de trabalho e de identidade e de uma sala de informática para atendimento de beneficiários do INSS. O programa é fruto de uma parceria entre o governo estadual, CIEE e as prefeituras. O primeiro formato será implantado no bairro de Acari, na cidade do Rio, nos próximos dias. A meta, segundo ela, é levar a iniciativa para outras regiões, com destaque para o Médio Paraíba. 

Demonstrando interesse em realizar o programa nas cidades da região, o deputado frisou a importância do trabalho conjunto. “Sei da confiança que o governador Wilson Witzel tem depositado em meu mandato como intermediário entre as demandas das cidades do Médio Paraíba e o Executivo Estadual. Por isso estou aqui reivindicando os benefícios e sei que, assim que possível, seremos atendidos”, frisou o parlamentar, que ainda teve a garantia de mais um serviço para os municípios da região: o Ônibus Lilás itinerante, que presta orientações jurídicas e psicológicas às mulheres vítimas de violência. “Barra Mansa, como outras cidades, está a cada dia, lamentavelmente, registrando mais casos de feminicídio e outras formas de violência contra as mulheres. Por isso, a presença destes profissionais do Ônibus Lilás, é de grande importância”, finalizou o deputado.

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

K-INFRA instala placas de sinalização das fazendas históricas de Vassouras

Por meio de uma parceria com a K-INFRA, concessionária que administra o trecho da Rodovia Lúcio Meira (BR 393) que corta a região, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Vassouras conseguiu a implantação de placas de sinalização turística com a indicação das fazendas históricas de Vassouras. É uma reivindicação antiga do setor e faz parte da política da secretaria de melhoria da comunicação e ampliação da disponibilidade de informações sobre os atrativos e a infraestrutura turística da cidade e da região do Vale do Café. 

O Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Vassouras, Wanderson Farias recentemente se reuniu com os diretores da empresa Luciano Mendes e Tânia Rapanelle para formalizar o pedido. Os diretores consideraram a instalação das placas uma ação importante para colaborar com o desenvolvimento do turismo na região e no dia 24 de setembro as placas foram instaladas. Wanderson comemorou o feito e afirmou que era uma vitória para Vassouras e o para o Vale do Café. 

“Mais uma etapa importante da nossa missão está sendo cumprida. Melhorar a sinalização dos nossos atrativos turísticos é fundamental. Foi uma das ações que propusemos no campo da comunicação estratégica e da divulgação dos equipamentos turísticos. Principalmente quando tratamos de importantes atrativos como nossas fazendas históricas", afirma o secretário.

Domingo na Estação entra para a agenda do Vassourense


Grupo Tambores de Aço da Fundação CSN animou a Feira do Produtor

A Prefeitura de Vassouras tem promovido por meio de sua Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo eventos diversos e atrações artísticas aos domingos na antiga Estação Ferroviária de Vassouras através do projeto “Domingo na Estação”. O objetivo do projeto foi integrar o espaço da estação onde funciona o Centro de Atendimento ao Turista (CAT)
com a Feira do Produtor que trocou de endereço no início do ano e passou a funcionar na rua Barão do Amparo, que margeia a estação. Encontro de carros antigos, de motociclistas, atrações musicais e brinquedos têm movimentado os domingos na cidade, oferecendo mais uma opção de lazer para os turistas e visitantes e para os próprios moradores de Vassouras que tem
comparecido em grande número e prestigiado as atrações. 

No último domingo, 15 de setembro, o Domingo na Estação contou com a participação do caminhão-palco da Fundação CSN que esteve em Vassouras pela segunda vez este ano por meio de uma parceria com a MRS Logística. A atração foi concorrida e quem passou por ali foi presenteado com uma linda apresentação do Grupo dos Tambores de Aço do projeto Garoto Cidadão da Fundação CSN. 

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Wanderson Farias, a ação foi uma idéia que deu certo e que tem atendido aos objetivos propostos quando foi criada. 

“O vassourense está começando a se acostumar com a movimentação nas manhãs de domingo. Foi importante insistir e persistir. Sabíamos que o Domingo na Estação ofereceria mais uma atração aos turistas e visitantes. Mas quando criamos o projeto nossos objetivos principais eram oferecer mais um momento de lazer aos moradores de Vassouras e movimentar a Feira do Produtor. E com muita luta estamos conseguindo atingir esses objetivos”, falou o secretário. 

O Domingo na Estação acontece todos os domingos pela manhã na antiga Estação Ferroviária de Vassouras, no centro da cidade, variando entre pequenas, médias e grandes atrações, mas sempre com música (mecânica ou ao vivo) e brinquedos para as crianças aproveitarem gratuitamente. 

Deputado Marcelo Cabeleireiro acompanha projeto da Fundação Leão XIII em Vassouras

Identifica RJ emitiu cerca de 500 documentos; projeto será realizado em outros municípios

O deputado estadual Marcelo Cabeleireiro esteve neste sábado (21) em Vassouras acompanhando e fiscalização o trabalho realizado pela Fundação Leão XVIII em parceria com o Detran RJ na emissão gratuita da segunda via de documentos. O projeto Identifica RJ aconteceu na quadra do Colégio Thiago Costa, no Centro, e emitiu cerca de 500 documentos, entre identidade e certidões de nascimento, casamento e óbito. 

“O Allan Borges, presidente da Fundação Leão XIII, realiza um belíssimo trabalho junto a sua equipe. Esse projeto é uma forma de dar mais dignidade às pessoas. Nós já estivemos em Volta Redonda e Barra Mansa e a adesão tem sido muito grande”, ressaltou Marcelo Cabeleireiro, que estava acompanhado pelo prefeito Severino Dias e pelo vereador Jeovane Lomeu – que solicitou o projeto ao deputado. A fundação também realizou, na última sexta-feira (20), uma cerimônia de casamento comunitário para 15 casais e em breve mais 30 serão contemplados.

A pedido do deputado, o projeto percorrerá outras cidades do Médio Paraíba. Durante o evento, inclusive, Marcelo recebeu um ofício do líder comunitário Marcinho da Varginha, solicitando a ação para os bairros carentes de Valença que sofrem todo ano com enchentes como é o caso de Varginha, Chacrinha, Canteiro, Chica Cobra, Terceira, Esteves, Santa Terezinha e São Francisco. Na ocasião, ele também pediu
apoio ao parlamentar para a liberação de recursos destinados à pavimentação asfáltica de três ruas, além da implantação de um redutor de velocidade na RJ 145 próximo ao viaduto do bairro Canteiro, visando diminuir o número de acidentes no local. 

Marcelo Cabeleireiro se comprometeu a buscar ajuda junto ao Governo do Estado para atender às demandas e frisou que o governador Wilson Witzel tem se empenhado bastante para garantir as melhorias para o Médio Paraíba. 

“Sempre sou bem recebido pelos secretários e vejo que todos estão empenhados e com muita vontade de ajudar nossa região”, ressaltou. 

Desenvolvimento 

Aproveitando sua ida a Vassouras, acompanhado pelo prefeito e pelo vereador Lomeu, Marcelo visitou o empresário e engenheiro Marco Capute, presidente da Fundação Educacional Severino Sombra, para falar sobre os investimentos para o Município. Capute destacou o potencial turístico da cidade, tanto do ponto de vista histórico quanto pela faculdade de medicina que atrai estudantes de toda região. Marcelo falou sobre sua reunião com o secretário estadual de Turismo, Otávio Leite, na última semana, e informou que o Fórum de Turismo que será realizado em Barra Mansa no próximo mês será o primeiro passo para o desenvolvimento do setor na região.

“O Capute é um grande empresário, com uma visão muito ampla de mercado. Um exemplo disso é o Centro de Convenções General Sombra que será inaugurado em breve para festas de formatura de diversos cursos, incluindo de Medicina, que já muito tempo vem sendo realizada fora da cidade pela falta de um espaço adequado. O Centro de Convenções será esse espaço, com capacidade para receber 4 mil pessoas”, destacou Marcelo. Segundo Marco Capute, o local também sediará palestras e shows.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Christino defende uso sustentável dos recursos naturais e melhoria de vida no campo

O deputado federal Christino Áureo (PP-RJ) é autor de vários projetos de lei que tramitam na Câmara. Um deles é o PL 4778/19, que institui a Política Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável em Microbacias Hidrográficas. 

O relator da proposta, na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável é o deputado Jose Mario Schreiner (DEM-GO), e o prazo para a apresentação de emendas (sugestões) ao projeto de lei é de cinco sessões a partir do dia 20 de setembro. 

-A minha expectativa é que o PL 4778/19 seja aprovado na Câmara, pois ao instituirmos a Política Nacional de Desenvolvimento Rural em Microbacias Hidrográficas pensamos na melhoria da qualidade
de vida no campo e no uso sustentável dos recursos naturais, promovendo uma interação com vários atores do segmento produtivo local; a descentralização administrativa; as parcerias público privadas; o fortalecimento dos atores locais e a sustentabilidade ambiental. - afirmou Christino Áureo 

Além da Comissão de Meio Ambiente, o projeto de Política Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável em Microbacias Hidrográficas vai ser analisado pelas Comissões de Agricultura, Pecuária,
Abastecimento e Desenvolvimento Rural, e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 

Segundo Christino Áureo, o projeto de lei é inspirado na experiência do Rio Rural, que implantou a frente da Agricultura estadual. O programa, que contava com recursos do Banco Mundial, promovia a agricultura sustentável beneficiando 50 mil famílias de 78 municípios. Só em 2018, o programa investiu mais de R$ 4 milhões no Sul Fluminense.

Marcelo Cabeleireiro se reúne com novo presidente do Detran e reitera demandas do Médio Paraíba

Em função da mudança ocorrida na presidência do Detran RJ, o deputado estadual Marcelo Cabeleireiro percebeu a necessidade de se reunir pessoalmente com o novo gestor do órgão, Marcelo Bertolucci, e reiterar as demandas encaminhadas à instituição há pouco mais de um mês. Na pauta, dentre outros assuntos referentes aos atendimentos nos postos do departamento nas cidades do Médio Paraíba, o deputado também solicitou a implementação dos procedimentos para Identificação Civil, em Itatiaia, já que os residentes do município, para obter o RG têm que se deslocar para cidades próximas.

“Hoje, com a nova filosofia de gestão do governo estadual, em relação às mudanças no sistema de vistorias, os usuários dos postos entendem que a melhoria dos serviços vem ocorrendo gradativamente, mas ainda são necessários ajustes devido às mudança de metodologia aplicada no departamento”, disse Bertolucci. Acrescentando, Marcelo destacou que o governador Wilsom Witzel deu demonstrações claras de que o Detran necessita de total transparência e, dessa forma, os serviços prestados estarão a contento dos usuários em breve.

“Recebemos demandas de pessoas que lidam cotidianamente nos postos do Detran da região e encaminhamos também ao novo presidente, afinal, com a mudança no cargo máximo do órgão, é importante que Marcelo Bertolucci esteja a par do que já havíamos remetido ao departamento no início de agosto”, frisou o deputado.

Durante a reunião, tanto Bertolucci como o Coordenador Geral de Integração de Serviços, Sérgio Hungria, reforçaram a necessidade dos usuários, sempre que estiverem insatisfeitos com algum serviço prestado no posto de vistoria, utilizar o serviço de ouvidoria do departamento. “Se a pessoa não se manifestar sobre sua insatisfação, não teremos como diagnosticar com precisão os atendimentos prestados em todos os postos do estado”, alertou o presidente do Detran.

Com o deputado, também esteve presente a reunião, um representante dos usuários do posto do Detran de Barra Mansa, José Antônio. Na ocasião ele citou algumas questões que necessitam de correção, mas também elogiou o serviço da Ciretran na cidade, já que a emissão dos documentos de veículos atende às expectativas.

Marcelo Cabeleireiro reivindicou a implantação, em Itatiaia, do sistema de Identificação Civil. Para tanto, se prontificou em conversar com o prefeito Eduardo Guedes da Silva, o Dudu, sobre um espaço na cidade para que funcionários do órgão possam executar esses serviços. “Apresentei demandas antigas e algumas que surgiram recentemente, no entanto, também agradeci a atenção dada a um pedido que fizemos acerca das vistorias em caminhões, ônibus, vans, entre outros, com estas características, que voltaram a ser realizadas no posto de Barra Mansa, aos sábados. Antes os proprietários destes veículos tinham que se deslocar para outras cidades, causando grande transtorno”, disse o deputado ao final da reunião.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Eurico Junior não confirma que seu grupo político tenha assumido o controle do PSC em Vassouras.

Não procede, pelo menos por enquanto, uma notícia que circulou, nesta segunda-feira, nos bastidores da política de Vassouras dando conta que o ex-prefeito Eurico Júnior, pré-candidato a prefeito no município, teria assumido o controle do Partido Social Cristão-PSC- na cidade. A informação é do próprio Eurico Júnior que, em resposta a nossa reportagem, disse não saber seu grupo político em Vassouras que tenha assumido o controle do partido. 

“Aridalton, estamos em fase de conversas com todos partidos que vão ficar conosco. Não sei te dizer se tentaram pegar o PSC e não conseguiram. Sei que até agora não conseguiram”, pontua. 

Em Vassouras, o PSC do governador Wiltzel caminha para ir do grupo do prefeito Severino com compromisso de apoiar a reeleição do chefe do Executivo.

Perguntado também se o PSC estaria no controle do filho Juninho Bernades que é prefeito da cidade, Eurico Júnior disse que sim, assim como o PSL de Bolsonaro. A respeito da possível ida do filho para o partido do governador, Eurico Júnior disse nada saber. “ O PSC está com ele, o PSL também  e vários outros. Para qual ele vai, eu não sei dizer". encerrou.

sábado, 21 de setembro de 2019

Uma visita com olho no futuro

Pré-candidato a prefeito de Paulo de Frontin, Maneko Artemenko visita Marco Capute. Ato foi feito na companhia do deputado estadual Marcelo Cabeleireiro, prefeito Severino Dias e Jeovane Lomeu. 



A pouco mais de um ano para as eleições de prefeito, alguns nomes já começam a despontar como pré-candidatos na disputa pela prefeitura em outubro de 2020. O município de Engenheiro Paulo de Frontin tem os seus e o jovem José Emmanoel Rodrigues Artemenko, o Maneko Artemenko-, é um deles. 

Na peregrinação em pavimentar sua eventual candidatura de prefeito por Paulo de Frontin, Maneko participou de um encontro, que contou com a
presença do deputado estadual Marcelo Cabeleireiro, do vereador Jeovane Lomeu e do prefeito Severino Dias, na casa do engenheiro e presidente de Universidade de Vassouras, Marco Capute. 

Na prosa que teve com Marco Capute, Maneko não deixou passar em branco a oportunidade de rasgar em elogios a Capute e gestão dele a frente da Universidade de Vassouras. 

“Nossa região só tem a ganhar por ter um gestor com as qualidades administrativas e ousadia de Marco Capute. Ele assumiu uma instituição com total descrédito e conseguiu recuperar em tempo recorde, tanto que os investimentos voltaram e em grande proporção, basta vermos o Centro de Convenções. Capute é excelente exemplo para quem quer fazer uma ótima gestão e pensando no bem coletivo”, disse 

Ainda no encontro, Maneko não deixou passar em branco a oportunidade de pedir um futuro apoio e também de explanou a Capute e os convidados os motivos que o levou a pleitear a disputa do cargo de prefeito do município no próximo ano. 

“A vida é feita de oportunidade e quero, se a população achar que eu mereço, ter a minha para administrar a cidade e gostaria muito de poder contar futuramente com o Marco Capute caminhando ao meu lado no município, bem como de tê-lo em um eventual governo nosso para construirmos parcerias em prol da coletividade”, assegurou Maneko. 

Satisfeito do que ouviu de Capute, o prefeitável deixou o encontro bastante esperançoso.

“Eu não o conhecia pessoalmente, mas as referências dele sempre foram positivas. É um homem com capacidade de articulação muito grande, é empreendedor e que gosta de desafios. Saio do encontro feliz e muito mais motivado ”,encerra.

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Marcha pela Cidadania e Ordem: ação do Governo do Estado completa um mês

                                                                                 Foto: Fhilipe Lima
Iniciada há um mês, a Marcha pela Cidadania e Ordem já passou pelo Jardim de Alah (Leblon), Parque Garota de Ipanema (Arpoador), Praça Nossa Senhora da Paz (Ipanema), Praça Santos Dumont (Gávea), Copacabana (orla e ruas internas) e orla do Leblon ao Leme.

Coordenada pela Secretaria de Estado de Governo e Relações Institucionais por determinação do governador Wilson Witzel, a Marcha, integrada por secretarias e órgãos do Estado com o apoio da Prefeitura do Rio, fez 858 abordagens, 308 atendimentos sociais, recapturou três foragidos da Justiça (estavam com mandado de prisão em aberto), apreendeu 20 facas e apreendeu e rebocou 57 veículos, além de ter recolhido 7 toneladas de lixo.

Os atendimentos sociais incluem encaminhamentos de pessoas em situação de rua para abrigos, centros de convivência, hotel central popular e programas sociais, além de emissão de documentos.

— Nestes 30 primeiros dias, a Marcha pela Cidadania e Ordem tem mostrado a sua importância, garantindo o reordenamento urbano e oferecendo dignidade para pessoas que vivem nas ruas e dependentes químicos, através de um atendimento humanizado, com encaminhamento para abrigos e ações sociais”, disse o governador Wilson Witzel.

— Essa ação integrada realizada diariamente para coibir todo tipo de irregularidade está devolvendo os espaços públicos aos verdadeiros donos, que são os cidadãos. A mudança é impressionante: quando chegamos, encontramos um cenário de degradação do espaço urbano e degradação humana”, acrescentou o secretário de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues.

A Marcha pela Cidadania e Ordem é integrada pelas seguintes secretarias/órgãos:

- Secretaria de Estado de Governo e Relações Institucionais (Operações Segurança Presente)

- Fundação Leão XVIII

- Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos

- Secretaria de Estado de Polícia Civil

- Secretaria de Estado de Polícia Militar

- Instituto Estadual do Ambiente (Inea)

- Instituto de Pesos e Medidas (Ipem)

- Secretaria de Estado de Saúde - com a Subsecretaria de Dependência Química

- Fundação para a Infância e Adolescência (FIA)

- Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais

- Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec)

- Secretaria de Estado de Trabalho e Renda

- Secretaria de Estado de Educação

- Secretaria de Estado de Defesa Civil (Corpo de Bombeiros)

- Detran 

- Controladoria Geral do Estado (Ouvidoria e Transparência Geral do Estado)

- Prefeitura do Rio de Janeiro

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Christino defende Programa Nacional de Mobilidade Rural

A agricultura é um setor cada vez mais estratégico na economia brasileira, e uma das prioridades do mandato do deputado federal Christino Áureo (PP-RJ), que integra a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, e a Frente Parlamentar da Agropecuária, na Câmara.
Em entrevista ao programa “Palavra Aberta”, da TV Câmara, Christino falou sobre o Programa Nacional de Mobilidade Rural, que está propondo, via projeto de lei, e a recuperação das estradas rurais, que em época de chuva intensa chega a perder cerca de 30 por cento da produção por problemas de escoamento.

- Fala-se muito em modais de transportes de carga ferroviários, rodoviários, aéreos e aquaviários para atender aos gargalos de armazenagem que existem no Brasil, mas o tratamento dado às estradas rurais sempre fica de fora da pauta do Legislativo. O Estado do Rio, por exemplo, tem 15 mil quilômetros de estradas rurais, enquanto à distância Rio a São Paulo são de 420 quilômetros. A pergunta é: quantas estradas vicinais (que fazem ligação entre dois lugares) são de responsabilidades dos estados e dos municípios?- questionou o ex-secretário de Agricultura do Estado do Rio.

Para Christino, os problemas de mobilidade urbana como o deslocamento da população nas grandes cidades; a quantidade de congestionamentos, em função do uso dos transportes individuais e coletivos; a questão ambiental, e a poluição estão intimamente ligados aos problemas de mobilidade rural.

- Se uma pessoa mora na zona rural, mas tem problemas para chegar ao hospital, na hora do parto; se as crianças têm acesso ao ônibus escolar, mas as estradas estão em péssimas condições, inclusive, para que as famílias usem os serviços de saúde na zona urbana ou mesmo em pequenos núcleos rurais, você está desestimulando que a população permaneça no campo. Hoje a perda líquida da população rural não se dá somente pela automação ou pelos grandes avanços tecnológicos, mas também pela falta de estímulo e de uma infraestrutura mínima na zona rural- afirmou o deputado.

Christino lembrou ainda, que as estradas rurais recebem poucos recursos da CIDE, contribuição taxada nos combustíveis, provenientes tanto do transporte de cargas do agronegócio como do transporte urbano.

- Quantos recursos da CIDE foram destinados para as estradas no interior? Um percentual muito pequeno. O último levantamento que fizemos apontava seis por cento do total de recursos. Espero que após as reformas da Previdência e Tributária, possamos reverter esse quadro, e se tivermos espaço orçamentário cuidar da infraestrutura das estradas rurais, iniciando pelos pequenos municípios. Afinal de contas, de que adianta fazer um grande modal ferroviário ou uma grande rodovia cortando o Brasil, se a carga não chega, se a produção vai se perdendo no meio do caminho e se a população rural está desestimulada em permanecer ali? –ponderou o deputado.

Produtores rurais e empresários se reúnem para debater o agronegócio em Barra do Piraí


Estradas da produção e turismo rural foram temas debatidos com secretário Eduardo Lopes.
Logo depois de um café da manhã na fazenda Ponte Alta, localizada em Barra do Piraí, na região sul fluminense, na segunda-feira (9), produtores rurais e empresários do ramo agropecuário, o prefeito Mário Esteves e secretário de Agricultura, Monteiro de Jesus, receberam a visita do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio, Eduardo Lopes.
Durante o encontro, que teve a presença de Daniele Santos
(Emater-Rio), Roberto Machado (Embrapa Alimentos), Ernani Maciel (proprietário da fazenda Ribeirão), Jair Landim (empresário e dono das Indústrias Frigoríficas Landim) e demais convidados, eles debateram caminhos para melhorar a economia do município e da região sul do estado, que tem como vocação a pecuária e o turismo rural, cada vez mais difundido na região com histórias contadas desde o século XIX, em pleno ciclo cafeeiro.

“Contamos com a parceria da Seappa e do Governo do Estado para incrementarmos importantes projetos para o desenvolvimento do turismo rural em nosso município, além de buscarmos cooperação técnica que viabilizem as estradas da produção e tragam mais visibilidade à cidade, sempre em favor da população e dos nossos agricultores familiares e produtores”, destacou o prefeito Mário Esteves.
Para Monteiro de Jesus, é preciso explorar os recursos naturais existentes investindo no turismo rural e nas estradas da produção no município. “Temos que trabalhar para trazer benefícios aos nossos pequenos produtores, ao fortalecimento do turismo rural, forte na região com suas fazendas históricas sobre o ciclo do café, e a criação de projetos que visem aumentar a receita municipal, gerando emprego e renda à população. Pretendemos investir na criação de um polo gastronômico, e discutirmos a questão da destinação do couro e da comercialização dos produtos que saem das indústrias frigoríficas instaladas na região”, lembrou.
O secretário Eduardo Lopes parabenizou a ação dos técnicos da Emater-Rio e da Pesagro que muito têm feito para o crescimento de Barra do Piraí, colaborando com orientações do corpo técnico aos agricultores e produtores e as pesquisas promovidas pelos agrônomos. 
“O governador Witzel tem incentivado investimentos para o turismo rural no estado. O Rio de Janeiro tem perdido espaço no setor turístico, em comparação e outras cidades do país e do mundo, principalmente pela falta de segurança. Agricultura e turismo rural andam unidas e, nesse sentido, temos potencial de sobra para investir e garantir a geração de emprego, renda e lucro, tanto para produtores quanto para a população e o estado”.
Logo após visita a unidades do grupo Landim em Barra do Piraí e Valença, Eduardo Lopes garantiu apoio técnico e cooperação por meio de parceria da Secretaria de Agricultura para atender as expectativas dos empresários do ramo, de produtores de outros setores e do agricultor familiar.

“Sabemos que o grande gargalo existente nas principais cidades do estado são as estradas da produção que, em cooperação entre prefeituras e governo do estado, trabalhamos em favor da demanda e de contrato visando a melhorias que permitam o escoamento da produção. O Rio Rural foi uma realidade para a agricultura até dezembro de 2018. Hoje vivemos um momento delicado, mas temos certeza de que vamos dar a volta por cima, com muito diálogo, trabalho e parcerias”, explicou.
E concluiu: “Temos que ter recursos para a agricultura, por isso pedimos para que o governo não contingencie orçamentos para a pasta. Quero parabenizar o prefeito e toda a sua equipe, os técnicos da Emater-Rio, Pesagro, Fiperj e Ceasa, e os agricultores pelo empenho em recuperar a economia do município. Tenham certeza de que vamos virar o jogo em nosso estado”.
71ª Exposição Agropecuária
Na quarta-feira (11), o secretário Eduardo Lopes participou da abertura da 71ª Exposição Agropecuária do Sul Fluminense, organizada pela Associação Rural Sul Fluminense, com a participacão da iniciativa privada, Fiperj, Emater-Rio, Ceasa, Pesagro, Inea, Conexão Mata Atlântica e apoio do Governo do Estado e da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento.
“Quero agradecer o convite do secretário Municipal de Agricultura, Monteiro de Jesus, e pelo prefeito Mário Esteves. Parabéns pela festa, que contará com muitas atrações e a presença de autoridades e do público em geral, e que ela reverta em resultados bastante positivos para a população, em especial para os produtores da região, ao longo destes dias de festa, afinal, o propósito de eventos como estes é fortalecer ações que tragam melhorias de trabalho e vida ao homem do campo”, destacou Eduardo Lopes.


sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Prefeito entregará complexo no Centro com dois cinemas, teatro e restaurantes


Com o Espaço Estação, André Português dará um importante passo para a geração de emprego
Fotos ilustrativas

Essa semana, Miguel Pereira ganhou um Centro Gastronômico, Cultural e de Lazer no espaço onde hoje é ocupado apenas três vezes ao ano para a realização de eventos da cidade. O Espaço Estação será construído através de uma PPP (Parceria Público-Privada) sem qualquer gasto ou recurso da prefeitura. Os investimentos privados são na ordem de quase
R$ 10 milhões e o novo espaço será construído ao lado da Estação Ferroviária de Miguel Pereira pela empresa ganhadora, Belot Administradora de Bens, que ficará responsável pela construção e exploração do espaço. Com tamanha imponência, a obra colocará de vez Miguel Pereira na rota do turismo regional.

Cinema, teatro, restaurantes e entretenimento 

O Espaço Estação terá dois cinemas, sendo um de 300 lugares e outro de 196. Com estas duas salas de cinema, os moradores de Miguel Pereira e região não precisarão mais se deslocar até Vassouras ou outras localidades para assistir a um bom filme. Uma delas será reversível para sala de teatro, além de restaurantes compondo a praça de alimentação e espaço para apresentação de música ao vivo dos artistas locais e da região. 

Geração de emprego 

O Espaço Estação será um importante instrumento de geração de emprego, renda e qualidade de vida. E não só de empregos diretos, como também de vagas temporárias, uma vez que abrigará um poderoso centro de serviços, gerador de novas vagas de trabalho nos restaurantes, cinemas e produções de eventos. 

Prefeito 

Segundo o prefeito André Português, “é com imensa alegria que damos mais um importante passo em direção à consolidação de nossa vocação natural, que é o turismo, e a atender as demandas dos moradores, turistas, veranistas e da população da região. Fico muito feliz de ter tido essa ideia de entregar à população entretenimento 365 dias no ano". 

Espaço Estação 

O Espaço Estação será um marco no lazer e entretenimento do município e região. Miguel Pereira sediou o 1º Festival de Cinema do Brasil em 1972. Ao implantar dois cinemas, teatro e vários restaurantes em um espaço como este, André Português caminha para colocar em prática outros projetos, como os festivais gastronômicos, festivais de cinema e festivais de teatro, atraindo artistas e chefs consagrados para a cidade.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Estado libera R$ 5,8 milhões para Assistência Social de 53 municípios

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH) acaba de liberar o pagamento de R$ 5.817,086,40 em cofinanciamento para as redes de assistência social de 53 municípios fluminenses. Somente para o município do Rio são R$ 1,6 milhão. O repasse se destina a manter serviços básicos para a população que mais precisa, como pessoas em situação de rua, idosos, crianças e adolescentes em vulnerabilidade social

A notícia foi comemorada pelos representantes do Congemas (Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social) no Estado do Rio, entre os quais secretários municipais de Niterói, Tanguá, Cachoeiras de Macacu, Itaocara, Volta Redonda e São Pedro da Aldeia. Acompanhados da titular da SDSDH, Cristina Quaresma, eles foram recebidos nesta quarta-feira (11/9), pelo governador Wilson Witzel, no Palácio Guanabara. 
Witzel reforçou o compromisso com medidas para apoio à população mais carente. Lembrou que, antes de assumir a SDSDH, Cristina Quaresma foi secretária municipal de Assistência Social em três cidades da Baixada Fluminense “e sentiu na pele a ausência do Estado" em relação ao recurso, que desde 2014 não era destinado aos municípios. 

- Precisamos fazer com que o dinheiro chegue até aquele que está na rua, sem dignidade nenhuma - destacou o governador. 

A titular da SEDSDH mostrou sua empatia com as causas urgentes trazidas pelos secretários e prometeu trabalhar para fortalecer a rede de proteção social em todo o estado. 

-Sei o que é estar do lado do município e não ser ouvida. Agora no estado me sinto na obrigação de recebê-los bem. Estou do lado de vocês - disse Cristina. 

A secretária também se empenhou pessoalmente para a liberação dos recursos junto ao Fundo de Investimentos em Segurança Pública e Desenvolvimento Social (Fised), administrado pela Secretaria de Polícia Militar. 

Mais três municípios recebem dia 17 

Para este ano o Estado prevê o repasse de R$ 39.709.023,60, em quatro parcelas, a título de cofinanciamento, para os 92 municípios fluminenses manterem os equipamentos e serviços previstos no Sistema Único de Assistência Social (SUAS), como os CRAS e os Centros Pop. Três municípios vão receber a segunda parcela no próximo dia 17: Santa Maria Madalena, Carmo e Nova Iguaçu. Outros 36 municípios ainda precisam regularizar a documentação para receber os recursos. 

A primeira parcela deste ano - no total de R$ 8.064.663,90, efetuada para 65 municípios - foi concluída no final de agosto, já na nova gestão da secretária Cristina Quaresma. Ela pretende também colocar em dia a terceira parcela, ainda este mês, com recursos Fised, que recebe royalties do petróleo e ressarcimento de recursos desviados do Estado, recuperados pela Operação Lava Jato. 

O cofinanciamento do SUAS - que funciona como o SUS da Assistência Social - prevê 70% de recursos federais e 30% estaduais para os municípios investirem integralmente na manutenção de equipamentos públicos e serviços sociais. 

- Conseguir destinar mais de R$ 30 milhões para a área social é realmente inédito - completou o governador, ao lembrar que o estado segue na contramão do governo federal, que sinaliza com cortes em verbas sociais. 

Os serviços a que as verbas se destinam incluem desde abordagem social, acolhimento e abrigamento de população de rua até apoio a menores no cumprimento de medidas sócio educativas e beneficiários do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). Os recursos são usados ainda para manter cursos e atividades para moradores de comunidades nos CREAS e CRAS, o Serviço de Fortalecimento de Vínculos (SCFV), além de benefícios eventuais (sepultamentos, transferência para terra natal e outros). 

Os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), por exemplo, oferecem serviços de inclusão e atualização do Cadastro Único, orientações sobre o Bolsa Família, atendimento com assistente social e psicólogo, oficinas de pintura e recreação, entre outras. 

Veja os 53 municípios contemplados 

Os 53 municípios contemplados com a segunda parcela do cofinanciamento do SUAS são: Araruama, Areal, Barra do Pirai, Bom Jardim, Bom Jesus do Itabapoana, Cabo Frio, Cachoeiras de Macacu, Cambuci, Cantagalo, Carapeus, Cardoso Moreira, Conceição de Macabu, Cordeiro, Duas Barras, Duque de Caxias, Engenheiro Paulo de Frontin, Guapimirim, Itaguaí, Italva, Itaocara, Itaperuna, Itatiaia, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Miracema, Natividade, Paraty, Petrópolis, Pinheiral, Piraí, Porciúncula, Queimados, Resende, Rio Claro, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, São José de Ubá, São Pedro da Aldeia, São Sebastião do Alto, Sapucaia, Saquarema, Seropédica, Silva Jardim, Sumidouro, Tanguá, Trajano de Moraes, Vassouras e Volta Redonda.

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Secretário de Agricultura Eduardo Lopes comemora aprovação da regulamentação do turismo rural na Câmara Federal

Proposta beneficiará produtores rurais e geração de emprego e renda para municípios e estado
Em 28 de agosto deste ano, a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou projeto que regulamentou o turismo rural (PL 2.204/19). Pela proposta, a mesma propriedade poderá desenvolver simultaneamente atividades de lazer, entretenimentos e agropecuárias.
Dessa forma, pessoas físicas e/ou jurídicas que se dedicam ao agroturismo estarão sujeitas aos mesmos regimes tributários, trabalhistas e previdenciários previstos para a atividade agrícola, conforme a proposta.
O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Eduardo Lopes, comemorou a aprovação: “Este é um grande passo que irá ajudar no aumento da renda dos pequenos produtores rurais. Quando assumi a pasta, coloquei uma coordenadoria de turismo rural para fomentar a participação das famílias que vivem da agricultura e pecuária a participar dos roteiros, ao mesmo tempo em que apoia os municípios na estruturação de circuitos rurais. Entendo que a aliança entre turismo e agricultura familiar propicia o resgate de culturas tradicionais, a valorização da gastronomia típica e a produção sustentável de alimentos”, afirmou Lopes.
Para o coordenador de turismo rural da Seappa, Pablo Kling, o aumento de atividades não agrícolas no espaço rural, como é o caso do turismo, significa possibilidade de oferta de emprego e renda no campo. “O turismo rural é uma importante ferramenta de política pública de combate ao êxodo rural, pois garante a geração de emprego e renda da população campesina”, pontuou Kling.
O projeto foi aprovado conjuntamente com o PLs 1.522/19 e 2.360/19, que tratam do turismo rural da agricultura familiar. Agora ele será analisado pelas Comissões de Turismo e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.
*Com informações da Agência Câmara.

Centro e Sul fluminenses recebem visita do secretário de Agricultura Eduardo Lopes

Macuco realizou a 13ª Expoagro enquanto Porto Real promoveu debate sobre pesquisa e produção de feijão
O secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Eduardo Lopes, participou, a convite do prefeito Bruno Boaretto e do secretário municipal de Agricultura, Felipe Carvalho, da 13ª Exposição de Agropecuária de Macuco, região Centro fluminense. Considerada como capital estadual do leite, Macuco é uma cidade com menos de 10 mil habitantes, que possui grandes negócios com derivados do leite, como a tradicional indústria de laticínios, a Cooperativa Macuco, que completa 80 anos no setor.
Secretário Eduardo Lopes afirmou que os produtores do ramo agropecuário precisam ter todo o apoio da Secretaria estadual, do Governo do Rio, das empresas vinculadas e do empresariado para melhorar a qualidade de seus produtos, favorecendo a rentabilidade e o crescimento da região e do estado no agronegócio.
“Tanto o governador quanto eu, como secretário da Agricultura, estamos atentos a soluções para o crescimento econômico do estado, em particular no nosso setor da agricultura, pecuária, pesca e aquicultura, especialmente em Macuco, no setor do gado leiteiro. O Rio de janeiro não tem autossustentabilidade em tudo, mas podemos mudar esta realidade. Juntos vamos conversar com as cooperativas fluminenses, a fim de melhorar a legislação tributária que favoreça sempre o nosso produtor, além das parcerias com a Prefeitura, o Governo, a Emater-Rio, a Pesagro e demais entidades público-privadas. O Rio de Janeiro tem muita coisa boa, e tudo, porém, tem que ser trabalhado, discutido e apoiado em favor dos produtores de Macuco e da região. Parabéns ao prefeito Bruno Boaretto pela iniciativa de manter a tradição desta importante exposição”, afirmou.
Durante a sexta-feira, o secretário participou da Festa do Feijão, evento em que teve também o encontro Vitrine Tecnológica de Produção de Feijão no Horto Municipal, em Porto Real, Sul do estado. Durante o evento estiveram presentes o prefeito Ailton Marques, o secretário municipal, Rodolpho Salles, o presidente da Pesagro, doutor Nilton Leal, além de demais autoridades, agricultores e produtores. Um dos destaques no encontro foi o projeto de lançamento da marca Porto Real de feijão carioquinha.
“Com ações importantes como esta, de resgate da Festa do Feijão, que há sete anos não acontecia, e da Vitrine Tecnológica de Feijão, em parceria com pesquisadores da Pesagro e Emater-Rio e da Prefeitura, valorizamos o trabalho rural, os pequenos produtores, que tanto precisam de aporte da Secretaria de Estado de Agricultura e do Governo do Rio, a fim de dar-lhes soluções que melhorem a produção do feijão e de outros produtos, assegurando-lhes mais qualidade de vida e fortalecimento do agronegócio local e em todo o nosso estado do Rio de Janeiro. Cumprimento o prefeito Ailton Marques e toda a sua equipe pelo empenho na realização desses eventos em favor da população”, declarou Eduardo Lopes.

Valença receberá programa de educação empreendedora e inovação

Projeto será realizado através da parceria da instituição de ensino local. Inscrições vão até dia 22 de setembro
                                                                  Fotos: Divulgação
A cidade de Valença está entre as cidades participantes do Programa Inova-San, um projeto que visa identificar, estimular e contribuir na formação de jovens talentos universitários que desejam empreender em desafios de impacto social e tecnologia. As etapas presenciais serão realizadas nas cidades de Valença, Volta Redonda e Resende. Em Valença, as atividades acontecerão no UNIFAA – Centro Universitário de Valença, tendo início no próximo sábado, 14. As inscrições ficarão a
bertas até o dia 22 de setembro, podendo ser feitas pelo site
www.inovasan.com.br, onde também é possível acessar o regulamento. Podem participar estudantes matriculados em instituições de ensino superior de diversas cidades do Sul-Fluminense. 

Inova-San é uma grande competição de negócios, criada pelo Instituto Nissan, e envolve três eixos: mobilidade inteligente, meio-ambiente e negócios sociais. Os alunos inscritos são divididos em grupos de três a cinco pessoas, que deverão inscrever ideias e propostas de soluções que observem o tema proposto e se enquadrem nas três categorias citadas. Elas foram alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). 

Depois de apresentadas, as ideias se tornarão projetos e os participantes serão orientados por professores, que acompanharão os grupos com encontros semanais, seguidos de tutorias com profissionais experientes no mercado. O programa terá duração de cerca de sete meses, tendo, ao final, diversas formas de premiação aos vencedores. Entre elas, estão uma viagem à São Paulo, percorrendo locais relacionados à inovação e empreendedorismo, e uma imersão de uma semana na fábrica da Nissan do Brasil, para vivenciar a rotina de uma empresa multinacional. 

Etapas do Inova-San 

O programa é dividido em três etapas: sparking, feeding e growth. O sparking é dividido em duas partes: uma online, onde acontece a elaboração da ideia, e outra presencial, denominada ideathon, que consiste em maratonas técnicas, onde os participantes trocam ideias com mentores, podendo editar e aperfeiçoar seus projetos. 

Já a etapa ‘feeding’ reunirá as 21 melhores equipes, que terão tutorias com profissionais e executivos experientes no mercado. A intenção é fazer com que elas encontrem um modelo de negócio sustentável visando a maior clareza e sua colocação no mercado. Nesta etapa serão selecionados os nove projetos finalistas. 

Por fim, acontecerá a etapa ‘growth’, onde serão escolhidas as três melhores equipes, que participarão de reuniões de trabalho e aperfeiçoamento de conhecimento através de mentorias de profissionais e executivos, com o objetivo de alavancar a geração de negócios dos times.